jun 14, 2010

Postado

Caxambu de Miracema

Miracema é uma pequena cidade no Noroeste Fluminense, vizinha da Zona da Mata Mineira. Região que teve grandes fazendas de café no século XIX. Dessas fazendas surgiram os batuques feitos pelos africanos escravisados que mais tarde deram o nome de Caxambu.
O grupo que existe hoje em Miracema é um dos mais ativos da região. Conta atualmente com mais de 90 componentes, entre adultos e crianças.
A liderança maior do Caxambu de Miracema é dona Aparecida Ratinho, nascida na cidade de Barão de Monte Alto, Minas Gerais, e criada em Miracema. Seu neto Rogério também se destaca com um forte trabalho com os jovens e as crianças do bairro onde moram, o Alto do Cruzeiro.
Além do Caxambu, que dona Ratinho pratica desde jovem e que aprendeu, junto com os trabalhos do Centro de Umbanda com sua avó,  também têm uma Folia de Reis Mirim, o Boi Pintadinho com o Bate Pau, a Escola de Samba e a Festa do Divino.
O Caxambu bate tradicionalmente no dia 13 de maio, dia de São Benedito e dos Pretos-velhos, mas também se aresenta em outras festas na cidade e na região.
Hoje em dia fazem parte da “Rede de Memória do Jongo e do Caxambu” e do “Pontão de Cultura do Jongo e do Caxambu”, o que projeta a comunidade para além de seu território, tecendo uma rede de relações com outras comunidades que ainda praticam o Caxambu e o Jongo.

Para saber mais:

Deixa um Comentário