mai 1, 2010

Postado

Concurso da Cruz Enfeitada

Se achegue Severino! Seja nosso primeiro parceiro colaborador no sítio da Cumbuca. Acompanhem só esse trabalho que vem da pequena Descoberto.
Exposição e Concurso da Cruz Enfeitada no Espaço Cultural Francisco Severino:
 Aí vai um pouco da história do Espaço Francisco Severino:
O Espaço Francisco Severino foi criado em 2005 com o intuito de oferecer um pouco de cultura ao povo de Descoberto. Venho realizando eventos envolvendo a população da cidade e com uma resposta admirável ao longo deste tempo.
No Espaço acontecem exposições de artesanato, fotografias, fotos antigas contando a historia do município, e o concurso da cruz enfeitada. Este ano é a 4º edição do projeto da cruz enfeitada.
A Exposição começa dia 01 de maio e vai até dia 03 de junho.
Em julho de 2010 o projeto prevê uma exposição de objetos e documentos antigos, também envolvendo a comunidade (todos participarão com certeza).  Deverá ter um prêmio para o documento ou objeto mais antigo que aparecer. No final do ano é a vez do artesanato que deverá acontecer em novembro e dezembro.
O projeto do espaço poderá ser ampliado quando tivermos uma sede definitiva, meu desejo é que eu possa  apresentar todas manifestações de cultura que existe em minha cidade, tais como: teatro, capoeira, o folclore, dança e a música, tenho em mente um festival de música regional.
O Espaço fica ao lado da igreja do Rosário que é uma igreja histórica em nossa cidade.
O vídeo do meninos cantando aconteceu durante abertura de uma das exposições, e os meninos são de Juiz de Fora.

A historia da cruz: Resgate da cultura popular
“ É uma antiga tradição em Minas Gerais a colocação de uma pequena cruz na fachada das residências, sempre junto à porta de entrada principal. Todo ano, na véspera do dia três de maio, quando a Igreja Católica comemora a festa de invenção da cruz, estas pequenas cruzes são enfeitadas com flores naturais ou papéis coloridos recortados, e como diziam nossos avós, a virgem Maria visitava todas as casas para ver se as cruzes estavam enfeitadas. A festa de invenção da cruz marca o evento em que Santa Helena, mãe do imperador Constantino, redescobriu a cruz de Cristo, em Jerusalém. Para além das lendas piedosas, a mais possível hipótese é a de que estas cruzes tenham vindo de Portugal, durante o período medieval quando os judeus convertidos ao catolicismo – os “cristãos novos”- tinham que identificar suas casas com uma cruz para mostrar serem convertidos e cessar as perseguições da Coroa e do Santo Ofício.”
texto de: Olinto Rodrigues dos Santos Filho, (pesquisador)

Forte abraço do Francisco Severino

Deixa um Comentário